Tonho Matéria

Reino de Daomé

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

É daomé
Primazia coletiva da união
Deslumbra ara ketu pra sempre
A fonte divina sem sofreguidão
Na integridade deleita
A forma de um povo que tanto lutou
E o idealismo se espalha
Do reino sagrado que o sol entoou
Sim, sim daomé
Não, não frustração
Linda cidade abomé
O povo ara declama
Sim, sim daomé
Levantem as mãos e não esqueçam
A história relata pro bem
A revolta do povo adjá
Que se estalaram no ego
Da cidade meiga chamada aladá
Com o soweto eterno do rei
Se desentenderam seus filhos no lá
A sorte e a soberania
Romperam no momento ócio do lugar
Abomé, porto novo e aladá
Formaram guerrilhas com o povo fun
Savé e savalú conquistadas
Por uma batalha prudente e comum
Possotomé fonte rica
Também do arco íris serpente de dan
Vendo o ara ketu cantando
A fama de um povo carente de um clã


Autor(es): Tonho Matéria

Canciones más vistas de

Tonho Matéria en Septiembre