Retratos da Adolescência

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Hoje não quero estudar
Vou fugir para algum lugar
Vou andar sem saber pra onde
Vou deixar o vento me levar
Esquecer um pouco dos meus pais
Eu passo a vida pedindo paz
Acho que vão se separar
Por isso eu saio pra não chorar, ah, ah
Chorar, ah, ah

Que a tarde me carregue
Que suma a tempestade
Que o tempo não me negue
Um pouco de paz pela cidade

Me sinto tão sozinho
Ninguém me compreende
Não há clima lá em casa
Ninguém se entende
Todos estão doentes

Só queria viver em paz
E não olhar nunca para trás
Por que enxergo sempre o passado?
Por que me sinto sempre acabado?
Já pensei em abandonar
Jogar pro alto a minha vida
Não sei por que tudo é sempre assim
Por que esse peso todo em mim?
Em mim, em mim, em mim

Que a tarde me carregue
Que suma a tempestade
Que o tempo não me negue
Um pouco de paz pela cidade

Me sinto tão sozinho
Ninguém me compreende
Não há clima lá em casa
Ninguém se entende
Todos estão doentes

Todos estão doentes
Todos estão doentes

Ah, ah, ah, tão doentes (ahh)
Todos estão doentes
Todos estão doentes

Ah, ah, ah, ah, ah-ah
Tchu tchu-ru, tchu tchuru
Tchu tchu-ru, tchu tchuru


Autor(es): Blanch