Samba do Amor

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quanto me andei
Talvez para encontrar
Pedaços de mim pelo mundo
Que dura ilusão
Só me desencontrei
Sem me achar aí eu voltei
Voltar quase sempre é partir
Para um outro lugar
O meu olhar se turvou e a vida foi crescendo
E se tornando maior todo o seu desencanto
Ah, todos os meus gestos de amor
Foram tragados no mar
Ou, talvez, se perderam num tempo qualquer
Mas há sempre um amanhecer
E um novo dia chegou
E eu vim me buscar quem sabe em você


Autor(es): Elton Medeiros / Hermínio Bello de Carvalho / Paulinho da Viola

Las canciones más vistas de

Teresa Cristina en Octubre