Samba da Partida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Vai coração que o teu destino é se entristecer
Teu violão é um companheiro vagabundo
Que se leva pelo mundo como escudo pra escorar
As pedras que o destino volta e meia faz atirar

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Ai vocação pra fugitivo que você tem
Nem pensei tão leviano
Foi traçando logo um plano ardiloso e astucioso pra escapar
E foi muito cigano o passaporte revalidar

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Vai coração que o meu destino é igualzinho ao teu
Em cada esquina que ele mora pinta e borda deita e rola
Deita e rola sem poder desenrolar
E vai, desatinado, pelo mundo vai desandar

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Adeus eu vou partir
Levarei saudade
O meu canto é um canto pra cidade
É um retrato da minha mocidade

Adeus eu vou partir...


Autor(es): Baden Powell / Hermínio Bello de Carvalho

Las canciones más vistas de

Elizeth Cardoso en Septiembre