Samba Mestiço

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O samba é mestiço
Que nem o meu sangue brasileiro
Retrato de um povo guerreiro
Que não cansa de lutar

É o compromisso
De quem batalhou no terreiro
E canta o ano inteiro
Pra história não se acabar

O samba é mestiço
Que nem o meu sangue brasileiro
Retrato de um povo guerreiro
Que não cansa de lutar

É o compromisso
De quem batalhou no terreiro
E canta o ano inteiro
Pra história não se acabar

É a mistura
Do lamento dos tumbeiros
Com o batuque da senzala
E um cantar de liberdade
Com melodias
Viajando em caravelas
Colorindo essa aquarela
Que virou realidade

Segura meu samba que eu quero ver
Se liga, meu samba vai te levar
No morro, no asfalto, de pé no chão
Segura na palma da mão
Que o samba não pode parar

Segura meu samba que eu quero ver
Se liga, meu samba vai te levar
No morro, no asfalto, de pé no chão
Segura na palma da mão
Que o samba não pode parar

O samba é mestiço
Que nem o meu sangue brasileiro
Retrato de um povo guerreiro
Que não cansa de lutar

É o compromisso
De quem batalhou no terreiro
E canta o ano inteiro
Pra história não se acabar

É a mistura
Do lamento dos tumbeiros
Com o batuque da senzala
E um cantar de liberdade
Com melodias
Viajando em caravelas
Colorindo essa aquarela
Que virou realidade

Segura meu samba que eu quero ver
Se liga, meu samba vai te levar
No morro, no asfalto, de pé no chão
Segura na palma da mão
Que o samba não pode parar

Segura meu samba que eu quero ver
Se liga, meu samba vai te levar
No morro, no asfalto, de pé no chão
Segura na palma da mão
Que o samba não pode parar


Autor(es): Ciraninho / Leandro Fregonesi / Rafael Dos Santos

Las canciones más vistas de

Beth Carvalho en Septiembre