São Paulo Gigante

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

São Paulo gigante, torrão adorado,
Estou abraçado com meu violão,
Feito de pinheiro da mata selvagem,
Que enfeita a paisagem lá do meu sertão.

Quem deixou São Paulo nos tempos de outrora,
Quando vê agora a modificação,
Os grandes viadutos mais e mais se entende,
Por todas os lados a Light se acende,
Sempre acompanhando a grande evolução,
No interior paulista o progresso é constante,
Pois o bandeirante não sabe parar,
Entra no deserto a abre picada,
Abrindo estrada pro Brasil rodar.

Caminhão que cruza por todos os lados,
De outros estados vem pra capital,
E trazem cereais para a freguesia,
Voltam carregados de mercadorias,
De todos nossos produtos industriais.

São Paulo garboso por estar ligado,
Aos outros estados da federação,
Os seus dirigentes que todas abraçam,
Não tem cor, nem raça, a todos dão a mão.

Recebem famílias do Brasil inteiro,
E os visitantes de outra nação,
Unido lutando a vitória conquista,
Saudando a bandeira das treze listas,
Mensagem paulista de paz e união....


Autor(es): Ariston De Oliveira / Tonico

Las canciones más vistas de