100 Parea

Saúdades da Minha Terra

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Doutor meu estudo é pouco
Pra viver na capital
Nasci la no pé da serra
Não fiz o primeiro grau
Meu professor foi o gado
E a escola o curral

Eu tenho as mãos calejadas
E tenho braço pesado
Corto pau e faço estaca
E deixo o touro amarrado
Pra montar em bicho bravo

Sempre fui conceituado
Deixei minha linda terra
Pra vir morar na cidade
Nunca pensei quê o destino
Mim fizesse essa maldade
Só encontrei violência
Desespero e vaidade

Não fico mais na cidade
Quê a vida é muito ruim
Não vejo o cantar do galo
Nem a grota do cupim
Essa saudade terrível
Termina mim dando um fim

Vou voltar pra minha terra
Pra passear nas ladeiras
ver o açude e correr e
Tomar banho de cachoeira
Montar em cavalo bravo
E enfrentar as caatingueiras

As minhas terras são boas
Quê a natureza é quem faz
Estrada perto e bem feita
Dos cascos dos animais
A saudade mim devora
Eu já não suporto mais

Na fazenda quê eu nasci
Tinha grande casa calhada
E o cantinho reservado
De guardar toda troçada
Só resta a recordações
De meu pai tangendo a boiada

Ainda ontem sonhei
Com pé de serra pedregoso
E os carinhos de mamãe
Quê em mim fica mais gostoso
pra o meu cantinho de infância
Eu quero voltar de novo