Sem Fronteiras


Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Milonga velha milonga, galponeira americana
És tu milonga pampeana cenário de mil amores
A flor das mais belas flores, marco de amor e paixão
Afago da solidão na voz dos cantadores
Riograndense ou castelhana, defende a mesma bandeira
Milonga não tem fronteira nem rancho nem paradeiro
É sinuelo mensageiro, acalento melodioso
Que chega pedindo poso no coração do gaiteiro

Milonga que rima me versos, veio acalmar meu sofrer
Parceira de alma pura motivo do meu viver...2x

Milonga velha milonga, galponeira americana
És tu milonga pampeana cenário de mil amores
A flor das mais belas flores, marco de amor e paixão
Afago da solidão na voz dos cantadores
Milonga das noites claras, prenúncio de geadas firas
Pretexto das calmarias, nas dolentes madrugadas
Milonga flor das aguadas, te ofereço em devoção
O meu rancho coração pra sempre tua morada

Milonga que rima...


Autor(es): JULIANO BORGES

Canciones más vistas de