Sofrimento a Céu Aberto

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Meu deus quanta judiação
Como pode um cidadão
Morar na rua sem nada,
Atirado que nem bixo
Parece um resto de lixo
Jogado sobre a calçada.

E quando chega o inverno
Aumenta mais o inferno
Pra aguentar o desafio,
A cena fica mais triste
Tem gente que não resiste
E alguns morrem de frio.

Enrolado em papelão
Dorme pai, filho e irmão
Sem destino e sem comida,
Sem banho e roupa decente
O que mais quer essa gente
É se livrar dessa vida.

Num país com desperdício
Não seria um sacrifício
Socorrer esses coitados,
Morrem por necessidades
E atacados por covardes
Que nem cães abandonados.

Isso tira minha calma
Vai queimando minha alma
Sozinho não vou dar jeito,
Lembro disso toda hora
E o meu coração chora
Querendo saltar do peito.

Canciones más vistas de