André Baptista

Sombras Da Madrugada

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vi uma sombra bem unida
A dele e a tua
E a minha sombra, já esquecida
Surpreendida, parou na rua

Os dois bem juntos, tu e ela
Nenhum reparou
Que a outra sombra era daquela
Que tu não queres mas já te amou

É madrugada não importa
Neste silêncio há mais verdade
A noite é triste e tão sozinha
Parece minha toda a cidade
Nem um cigarro me conforta

Nem o luar hoje me abraça
Eu não te encontrarei jamais
E nessas noites sempre iguais
Sou mais uma sombra que passa
Sombra que passa e nada mais

Ao longo desta madrugada
A sombra da vida
Mora nas pedras da calçada
Já não tem nada, anda perdida

Quando a manhã nasce enfeitada
Pelo sol que a procura
Nem sabe quanto a madrugada
Chora baixinho tanta amargura


Autor(es): Antonio José / Ferrer Trindade

Canciones más vistas de

André Baptista en Octubre