Tango da Meia Noite

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Em alta noite pela rua da cidade
Eu procurava esquecer o meu amor
Para arrancar do meu peito a saudade
E enxugar a minha lágrima de dor
Enquanto eu ia caminhando passo a passo
Sempre pensando na mulher que eu tanto quis
Bateu cortando o silencio no espaço
Doze pancadas no relógio da matriz

Deu meia noite a cidade adormecia
Triste sozinho, eu vagava pela rua
Vinha chegando à madrugada calma e fria
E no horizonte se apagava a luz da lua
Naquela noite fiz da rua o meu leito
E abatido pela dor eu suportei
E com a voz quase morta no meu peito
Esta tango para ela eu cantei

Se tu soubestes , oh mulher meu sofrimento
Tu voltarias a viver nos braços meus
A nunca mais esqueceria o juramento
Que ao meu lado tu fizeste aos pés de Deus
Se estou cantando com os olhos cheios d'água
É teu desprezo que me faz sofrer assim
E neste tango eu revelo é grande a mágoa
Desta saudade que deixaste junto a mim


Autor(es): Benedito Seviero / Zilo

Las canciones más vistas de

Zilo e Zalo en Noviembre