Tarde da noite

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Tarde da noite estou chorando tanto sozinho em meu quarto
Triste recordo as horas que passamos felizes na vida
Eu sofro tanto por estar distante beijando outros lábios
Pois não te lembras que fostes um dia a minha rainha
Abandonastes nosso lar que era um ninho de amor
Foste viver aonde não existe a felicidade
Eu sofro tanto porém tenho pena em pensar
Que um dia o mundo vai fazer com que tu pagues caro sua falsidade
Quando a velhice pintar seus cabelos na cor da areia
Verás então que o seu lindo rosto desapareceu
Estarão as rugas como cicatrizes de uma falsa vida
Outras mais bonitas irão ocupar o trono que hoje é seu
Amargurada irá voltar a mim chorando arrependida
Eu cansado esperando a morte vou te perdoar
Porque nada somos na face da Terra
Estamos de passagem do pó que viemos
A esse mesmo pó temos que retornar


Autor(es): Goia

Canciones más vistas de

Zilo e Zalo en Enero