Mariene de Castro

Tirilê


Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


A lua na beira do meu chapéu
Cintila na pedra do meu anel
Toda dor pra mim é mel (a lua)

A lua na beira do meu chapéu
Cintila na pedra do meu anel
Toda dor pra mim é mel

A guerreira se enxágua
No fundo do olho d'água
Onde a lua serenou
Lá no coração da mata
Onde a lua se exalta
Tudo cala com seu grito
Ela bebe de beber
E manda a banda bater
O seu batuque bonito
Ela bebe de beber
E manda a banda bater
O seu batuque bonito

Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô

Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô

(A lua) A lua na beira do meu chapéu
Cintila na pedra do meu anel
Toda dor pra mim é mel (A lua)

A lua na beira do meu chapéu
Cintila na pedra do meu anel
Toda dor pra mim é mel

A guerreira se enxágua
No fundo do olho d'água
Onde a lua serenou
Lá no coração da mata
Onde a lua se exalta
Tudo cala com seu grito
Ela bebe de beber
E manda a banda bater
O seu batuque bonito
Ela bebe de beber
E manda a banda bater
O seu batuque bonito

Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô

Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô

Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, tirilê, eô
Tirilê, relampejô


Autor(es): Dunga / Roque Ferreira

Canciones más vistas de