Tô na Rede

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu já cai na rede
A rede já me pegou
Vi me cara escaneada
Minha vida passada
Minha alma guardada na tela do computador

Não adianta tentar se esconder
Pintar ou cabelo ou mudar de indentidade
Querer ficar imune a contaminação
A rede tá armada em nome da liberdade
Liberdade de expressão, de se comunicar
Interagir com o mundo, estar em movimento
Seguindo os passos da eletricidade


Vou na velocidade do meu tempo


Não Adianta tentar se esconder
Todo mundo agora é vigiado
Isso é o olho mágico que vê
A briga entre deus e o diabo
Digitalizando o coração da gente
Um código de honra à face do momento
Acontecendo tudo assim tão de repente


Vou na velocidade do meu tempo


Autor(es): Alex Madureira / Escurinho

Las canciones más vistas de

Escurinho en Junio