Travesseiro de Pedra

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Encoste aqui no meu ombro
Vem desabafar sua grande dor
Aqui tens o meu lencinho
Enxugue as lágrimas que estás chorando

Cada uma representa
Prazer diferente que já se passou
De tudo arrependida
Maldigo o dinheiro que o mal lhe causou

Encoste o seu corpo no meu
Pois quero sentir o seu calor
Quero viver em seus braços
Beijar os seus lábios com sincero amor

O futuro das perdidas
Só no fim da vida vai amargurar
Um travesseiro de pedra
Friagem das noites, cama de jornal
Um travesseiro de pedra
Friagem das noites, cama de jornal


Autor(es): João Baldez Filho

Canciones más vistas de