Adriano Dias

Tropeço

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quase que eu dei um tropeço
e ninguém me socorre
Que desatenção
Andar no meio fio com a sorte na mão

Tropeço não tem endereço
é um chute no avesso, mera distração
é como cair do berço e nunca sair do chão

Socorro é palavra que pode
me deixar de bode se dita em vão
Eu nunca fiz corpo mole nem tenho que ouvir sermão


Autor(es): Adriano Dias