Tranque a Porta!

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Nos meu olhos trago sempre um segredo
Um silêncio que não sei traduzir
E nosso conto vai seguindo o roteiro
Mas logo mais vai deixar de existir.

Tranque a porta, pois estou em você
Estacionada como um muro de arrimo
Tranque agora, se não eu vou fugir
Te deixo apenas uma cópia.

No espelho um passado sem rosto
me conduz por um desfecho de luz
Mas nossa história vai chegando ao fim
E pequenas muralhas tomam conta de mim.

Tranque a porta, pois estou em você
Estacionada como um muro de arrimo
Tranque agora, se não eu vou fugir
Te deixo apenas uma cópia, vou me imprimir.

Quando eu for embora, não chore
Quando acordar, não demore
Tranque a porta! Tranque a porta!

Tranque a porta, pois estou em você
Estacionada como um muro de arrimo
Tranque agora, se não eu vou fugir
Te deixo apenas uma cópia.

Tranque a porta, pois estou em você
Estacionada como um muro de arrimo
Tranque agora, se não eu vou fugir
Te deixo apenas uma cópia. Vou me imprimir.


Autor(es): Andrea Amorim

Las canciones más vistas de

Andrea Amorim en Noviembre