Polo Norte

Vagas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Sentido no fundo da vida
Na sala do ouvir e ensinar
Presença discreta, com a alma repleta
E andar, andar

Na sombra do Mundo perdido
A raiva de não o poder mudar
Com a força revolta, andar de porta em porta
A gritar e a gritar

Vagas, fogo, gerações a correr
Almas presas na ilusão de vencer

Na ilusão da família
Por quem nunca pode faltar
Dez horas por dia, por toda uma vida
A lutar, e a lutar

Na queda dos sonhos esquecidos
que a juventude viu nascer
Numa sociedade prisão da idade
A correr, e a correr

Vagas, fogo, gerações a sofrer
Almas presas na ilusão de vencer