Um dia pra vadiar

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Um dia pra vadiar
Botar a barba de molho
Vendo você passear
Bem pertinho do meu olho

Sua insensatez foi quem fez o meu peito chorar
Não quero sair no sereno toda noite pra te procurar
Eu até já me formei na escola do perdão
Mas não queira abusar do meu coração

Um dia pra vadiar
Botar a barba de molho
Vendo você passear
Bem pertinho do meu olho

Quero ver a água do mar
Lambendo, roçando seus pés
Você vai me despertar o apetite de mil Caetés
Deixa essa chama queimar mesmo não sendo imortal
Que seja eterna ao menos por um carnaval

Um dia pra vadiar
Botar a barba de molho
Vendo você passear
Bem pertinho do meu olho

Tenho esperança que o amor
Um dia o homem redima
E nunca mais se verá
Outra rosa infeliz de Hiroshima
Se eu não puder encontrar a felicidade sem fim
Quero ao menos você bem juntinho de mim

Um dia pra vadiar
Botar a barba de molho
Vendo você passear
Bem pertinho do meu olho


Autor(es): Antonio Villeroy

Canciones más vistas de