Verbenas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vasculho sabugos de meu passado
Te vejo pastoreando açucenas
Eu menino, tu menina, apenas
O destino, um boi bem sossegado

Te inventei à tarde entre verbenas
Quando tangia meu etéreo gado
Eu montava então, meu cavalo alado
Doido alazão entre nuvens serenas

Te plantei no fundo daquela horta
E parti em noite de ventania
Me dispersei na infância que fugia
O tempo faz de tudo uma rês morta
Todavia transformada em jasmim
Tu recuperas o menino em mim


Autor(es): Caio Junqueira Maciel

Canciones más vistas de

Zebeto Corrêa en Febrero