Viajante

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Em mais um dia de viagem
Que parece ser igual aos outros
Mas agora o silêncio reinou
Num só tédio o passeio se transformou

A beleza e alegria
Virou tristeza e agonia
O que era poesia
Hoje em dia
Não tem sinfonia
É só monotonia

(Refrão)
Todos o querem de volta
Muitos sentem sua falta
Venha cantar para nós
Viajante de bela voz

Na sua morte ninguém foi
Ninguém chorou, ninguém lembrou
E só em pensamento
Sua melodia agora ficou


(Refrão 2X)

O nobre viajante que agora
Só canta em nossa memória!


Autor(es): Sérgio Eduardo Amaral

Canciones más vistas de