Valete

Valete c/ nuno lopes - meu país (prod nave)

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vou arrumar as malas
Levo quase tudo
Até o meu kimono do judo (quase tudo)
Já não sei se volto
Quem imigra quer voltar
Mas muito poucos voltam a base (muito poucos)
Farto disto tudo
Farto de tar desempregado,
De nada serve a estes canudos
Quando a trabalho, são sempre temporários
Humilhantes, precários os sálarios álarios
União europeia a colapsar
Portugal a mergulhar nestes dias funerários
Vou me embora (vou)
Vou para luanda
Já não há nada aqui para mim
Isto já não anda nem desanda
Estas são as minhas ultimas lágrimas
Últimas páginas neste pais que hoje tresanda
Portugal, meu céu, meu lamaçal
Assiste ao recital da minha fuga na tua varanda

Aaaaah
Meu país vou me embora
Aaaaah
Portugal vou me embora

Ana, meu amor por ti é irrefutável
Memoráveis nas nossas vidas
Dividel e narrável
Mas vou me embora
Minha alma chora,
E devora a minha carne e deixa-me assim inconsulavel
Tens emprego estável
Situação invejável
Não faria sentido vires comigo
Ana, seria irresponsável
Fica aqui, progrida na empresa
Tenho a certeza que chegares la em cima com a tua destreza
É melhores acabarmos esta relação
A minha volta é um ponto de interrogação
É tudo uma incerteza, ana
Não chores
Não deflóres
Ainda mais esta dor que me atinge tanta crueza
Acabamos mas serei sempre teu
O teu romeu que viverá,
Do que imana a tua grandeza
Vou me embora, sê feliz
Mesmo com a cicatriz deste amor
A levar-te pra tristeza

Aaaaah
Meu país vou me embora
Aaaaah
Portugal vou me embora

Vou me embora
Vou me embora meu país (meu país)