Yorimatã Okê Aruê

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Selvagem o corpo afoga todo o medo
Na primeira lágrima
Água chorada em verde escuro pote
Yorimatã okê aruê
Água chorada por milhões de olhos
Pedaços de solidão

Filha da mata tenho a preparar
Yorimatã okê aruê
Abrir caminho fazer bonita a vida
Vida que virá

Penso no escuro, por onde passar?
Yorimatã okê aruê
A casa teço folhas para abrigar
O corpo já desfeito de não ser um só

E faço fogo okê aruê
Ah e espero a aurora
Eu quase dois eu mulher
Ah eu quase árvore, ah eu mulher

Sou sentinela sou sentinela,
Sentinela do amanhecer
Sou sentinela do amanhecer
Matã okê aruê yorimatã
Sou sentinela e aguardo em paz
A primeira lágrima

Estou sozinha estive e estarei,
Estou sozinha estou sozinha
E vou duplicar, vou multiplicar o corpo
Matã aruê yorimatã aruê yorimatã yorimatã
Okê aruê okê aruê yorimatã yorimatã yorimatã...