Deixa A Tua Voz Depois Do Tom

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Tu chamaste, eu fui a correr
Petrificaste só p'ra me ver derreter
Nega moderna ou sazonal.
Mas à porta o tédio foi bater
E agora pensas, não seria mau manter
Um certo playboy tropical.
E agora és tu que vês
Que p'ra mim já é tarde,
Não sou canhão p'ra carne,
Não vou desperdiçar esse teu dom
De ser
Tanto ou quase nada
Linha ocupada agora
Deixa a tua voz depois do tom,
Deixa a tua voz depois do tom.
Sexta à noite fui dançar contigo,
Mas não fui par só p'ra ser o teu cabide
Deliciado pelo vison.
Quando amor é o trend do mês
Tudo é frase das letras gordas que ainda lês
Declamas por prazer do som.
E agora és tu que vês
Que p'ra mim já é tarde,
Não sou canhão p'ra carne,
Não vou desperdiçar esse teu dom
De ser
Tanto ou quase nada
Linha ocupada agora
Deixa a tua voz depois do tom.
Não vês,
P'ra mim já é tarde,
Não sou canhão p'ra carne,
Não vou desperdiçar esse teu dom
De ser
Tanto ou quase nada
Linha ocupada agora
Deixa a tua voz depois do tom,
Deixa a tua voz depois do tom.
Já não chega uma droga qualquer
Que a ressaca é uma manha que mata e que
Pede tréguas e já não quer ser
Só mais uma manhã de ressaca.
Agora deixa a tua voz depois do tom.
Agora deixa a tua voz depois do
Não vês,
P'ra mim já é tarde,
Não sou canhão p'ra carne,
Não vou desperdiçar esse teu dom,
Faz o favor de usar esse teu dom,
P'ra quê desperdiçar tamanho dom?
Deixa a tua voz depois do tom.

Las canciones más vistas de

David Fonseca en Junio