Eu Já Estive Aqui

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Eu já estive aqui,
num lugar que julgas só teu.
A cara que fecha um segredo,
os teus olhos sou eu.
Abraços desfeitos
com o peso das noites vazias;
o silêncio deitado,
o corpo encostado ao céu.
Eu já fui um barco,
parti cedo com sede do mundo,
soprei nas velas cansaço,
dancei leve com pés de chumbo.
Eu já estive morto,
ou tão perto que nem senti,
que os clarões da tempestade,
eras só tu a passar por mim.

O tempo é tão pouco!
Tudo faz para vencer.
O que tens de louco,
és só tu, deixa-o correr!
Tão longe e tão perto,
o que importa é ser alguém,
que dá tudo só para perder,
e amanhã vais ser tu a dizer:
Eu já estive aqui!

Em cada gesto, em cada nome.
Cada pedra que se fez torre até cair.
Eu já fui tão só,
dei-me a todos mas nunca fui meu.
À procura da minha chegada,
e afinal a estrada era eu.

O tempo é tão pouco!
Tudo faz para vencer.
O que tens de louco,
és só tu, deixa-o correr!
Tão longe e tão perto,
o que importa é ser alguém,
que dá tudo só para perder,
e amanhã vais ser tu a dizer:
Eu já estive aqui!
Eu já estive aqui!
Também fui assim!

O tempo é tão pouco!
Tudo faz para vencer.
O que tens de louco,
és só tu, só tu, deixa-o correr.
O que importa é seres alguém
que deu tudo só para perder,
e amanhã vais ser tu a dizer:
O tempo é tão pouco!
O tempo é tão pouco!
És só tu deixa-o correr!
Tão longe e tão perto!
O que importa é ser alguém,
que deu tudo só para perder,
e amanhã vais ser tu a dizer:
Eu já estive aqui!

Eu já estive aqui.
Eu já estive aqui.

Las canciones más vistas de

David Fonseca en Junio