Dona Esponja

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Já incorporou brahmará
Se alguém cantar pro seu santo subir
Vai perder o topete, vai, vai, vai
Dona esponja esculacha
Bebe mais de cinco caixas
Sem usar o toalete
Dona esponja quando chega
E se espoja lá no bar
Pede uma purinha para abrideira
E receber brahmará
Aí vem tira-gosto à beça e a gosto
Sardinha, lingüiça, torresmo e croquete
Bebe mais de cinco caixas
Sem usar o toalete
Logo após as cento e vinte ampolas
Vejam bem no que resulta:
Brahmará se manifesta
Dona esponja dá consulta
Quando saca do cachimbo
O fumo de rolo e o seu canivete
Bebe mais de cinco caixas
Sem usar o toalete

Las canciones más vistas de

Zeca Pagodinho en Octubre