Fabio Brazza

Boto Fé

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Quantos morreram por um par de tênis?
Uns viram lenda outros viram memes
Só que pra mim inspirar um moleque,
Ainda me inspira muito mais do que ganhar dez Grammys
Eu vejo o povo cansado na porta do bar, no busão lotado
Eu tentando viver, tentando vencer, tentando entender, sofrendo calado
Eu vejo a família que perde sua filha no tiro trocado
Quem pode dizer, todo dia quantos sonhos são assassinados?
Quantos Michelangelos sem pincel? Quantos deles foram pro céu?
E se a cura do câncer tiver na cabeça do moleque preto que veio do gueto,
E se aquela menina pudesse fazer medicina inventava a vacina e ganhava um Nobel

Eu ainda acredito no poder do outro
Que o nosso sonho vale mais que cheque
No teu olhar eu vejo a luz de um mundo novo
Boto fé nos moleque, boto fé nas mulher
Eu ainda acredito no poder do outro
Que o nosso sonho vale mais que cheque
No teu olhar eu vejo a luz de um mundo novo
Boto fé nos moleque, boto fé nas mulher
A vida é metade o que a gente vê e metade o que a gente imagina
Matar o seu sonho irmão, é matar a si mesmo

Quantas vidas que foram jogadas fora?
Quantas foram salvas pelo rap?
Quantos tão pensando em se matar agora
Só que desistiram depois que ouviram essa track?
Levanta a cabeça irmão, mas nunca se esqueça irmão
Mantenha seu pé no chão, fuja da depressão,
Só quem te ama vai tá do seu lado pra te dar a mão
O tempo é tão raro não pode jamais ser vendido
'Cê pode comprar o relógio mais caro, mas nunca comprar o seu tempo perdido
Então vai, às vezes o destino nos trai, mas só quem sonha alto é quem cai
'Cê tem que acreditar que é capaz, pode crer, pode mais
Escolha seu caminho irmão e irmã
Não deixe que os outros te apontem
E se seu sonho não virar amanhã
Pelo menos hoje você foi melhor que ontem, então vai!

Eu ainda acredito no poder do outro
Que o nosso sonho vale mais que cheque
No teu olhar eu vejo a luz de um mundo novo
Boto fé nos moleque, boto fé nas mulher

Eu ainda acredito no poder do outro
Que o nosso sonho vale mais que cheque
No teu olhar eu vejo a luz de um mundo novo
Boto fé nos moleque, boto fé nas mulher

Viver dos seus sonhos não é flutuar a cabeça nas nuvens
Mas fincar os pés no chão e se sujar de suor e cimento todos os dias
Sonhos são arados e colhidos da terra, não se encontram em árvores
Olheiras delatam os sonhadores
Viva como se não houvesse amanhã
Mas sonhe, como se fosse viver pra sempre


Autor(es): Fabio Reboucas De Azeredo

Canciones más vistas de

Fabio Brazza en Octubre