Helio Ziskind

O Elefante E A Joaninha

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Um dia, um elefante, vinha cantando pela estrada
tom tom tom, toron toron
Eu canto “lá embaixo”, feito um contrabaixo
Tururúp tup turururu rup turu
Minha voz é grave, eu sou da pesada cada passo que eu dou
é uma pancada… / tom tom tom, toron toron (3x)
-Minha tromba é um trombone!… uá pa pa bira boré pará
Tom Maia! Tom Maia! é o meu nome
vejam vocês como a vida é vinha vindo pela estrada, como sempre, muito bem arrumda
Joaninha chique linda, com sua capa de bolinha avermelhada
biri biri bim biri biri bim biri biri biri bim bim biri biri bim biri biri birim biri biri birim bim
-Um dia lindo assim, me dá vontade de cantar lá lá lá bem agudinho… feito um flautim
biri biri bim biri biri bim biri biri biri biri birim
O Tom escutou O Tom se encantou O Tom esticou o seu trombone
até o chão
Piri biri bim puó puó
A Joaninha foi… Com sua capa de bolinha Foi subindo subindo
Como uma rainha até o alto daquele cabeção
levantou duas patinhas e disse o que?
É funk na cabeça! Vamos batucar
1,2,3,4 tum tum tchá / cutumtum tchá tum tum tchá / cutumtum tchá
E foram cantando assim Pela estrada sem fim (cantando o quê?)
Eu fui feito pra ela, ele foi feito pra mim
Tom Maia e Joaninha chique linda pela estrada sem fim

Canciones más vistas de

Helio Ziskind en Abril