Ana Vilela

Vento Ventania

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Eu vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê
Lêlê, lêlê

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, agora que 'to solto na vida
Me leve pra qualquer lugar
Me leve mas não me faça voltar

Lêlê, lêlê
Me leve mas não me faça voltar
Lêlê, lêlê
Me leve mas não me faça não
Lêlê, lêlê
Vento, ventania


Autor(es): Alvaro Prieto Lopes, Bruno Leonardo Brugni Nunes, Carlos Augusto Pereira Coelho, Carlos Beni Carvalho De Oliveira, Elsio Da Silva, Miguel Flores Da Cunha