Meu pai Oxalá

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Atotô Abaluayê
Atotô babá
Atotô Abaluayê
Atotô babá

Vem das águas de Oxalá
Essa mágoa que me dá
Ela parecia o dia
A romper da escuridão
Linda no seu manto todo branco
Em meio à procissão
E eu, que ela nem via
Ao Deus pedia amor e proteção

Meu pai Oxalá é o rei
Venha me valer
O velho Omulu
Atotô Abaluayê

Que vontade de chorar
No terreiro de Oxalá
Quando eu dei com a minha ingrata
Que era filha de Inhansã
Com a sua espada cor-de-prata
Em meio à multidão
Cercando Xangô num balanceio
Cheio de paixão

Atotô Abaluayê
Atotô babá
Atotô Abaluayê
Atotô babá


Autor(es): Vinícius de Moraes, Toquinho

Las canciones más vistas de

Toquinho en Diciembre