Ana Carolina

Torpedo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Desde de que o samba começou
O bamba sempre usou
variações inumeras pra dar
Conta de tantas emoções, de todas as paixões, de todas as paisagens do lugar
Tantos personagens dramas ilusões
Tantas noites de agonia e de luar
Lares, bares, ruas, becos, ecos de trovões
Sempre, a cada dia, um samba

Oh! Meu amor...
Hoje eu mesma venho aqui passar por bamba,
Só me valer
Dessa longa tradição do "gran" compositor

Proclamando seu viver
Dando a sua dor asas pra voar

Desde de que o samba começou
Alguém sempre sonhou
Hoje sou eu que venho aqui sonhar

Possa meu samba, minha dor,
meu canto, meu amor
Chegar até você, lhe despertar
Já nesse primeiro instante da manhã
Quando o dia finalmente clarear
Possa meu torpedo lhe atingir o coração
Ao nascer do dia, um samba
Oh! meu amor..
Hoje eu mesma, venho aqui cantar meu samba
Só me valer
Dessa eterna, possibilidade de alcançar
Pelas asas da canção
A distância não
Não vai nos separar

Canciones más vistas de

Ana Carolina en Octubre