Lamartine Babo

A.b.surdo

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Nasci na Praia do Vizinho oitenta e seis
Vai fazer um mês (Vai fazer um mês)
A minha tia me emprestou cinco mil-réis
Pra comprar pastéis (Pra comprar pastéis)

É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China
É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China

Depois mudei-me para a Praia do Caju
Para descansar (Para descansar)
No cemitério toda gente pra viver
Tem que falecer (Tem que falecer)

É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China
É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China

Seu Dromedário é um poeta de juízo
É uma coisa louca (É uma coisa louca)
Pois só faz versos quando a lua vem saindo
Lá do céu da boca (Lá do céu da boca)

É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China
É futurismo, menina, É futurismo, menina
Pois não é marcha, nem aqui nem lá na China


Autor(es): Lamartine Babo / Noel Rosa

Canciones más vistas de

Lamartine Babo en Noviembre