Marcos Farias

Acalantus


Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


Vento que te leva para longe onde o infinito
Azul beija o mar é o mesmo que te traz
Caravela do alto mar para o cais.
Vou cantando cantigas ao vento feito
Garrafas com mensagens ao mar na ilusão
De encontrar meu amor
Na esperança de meu amor me encontrar.

Quebraste o jarro, mataste a roseira
Plantaste magoa em meu coração sujaste a água
Roubaste o meu sonho minha fonte de inspiração
Tua magoa pra mim foi meu degredo meu segredo
Eu vou te contar tua ausência pôs chorar tanto
Em meu peito meu violão feito de jacarandá tua ausência
Doeu tanto em meu peito meu coração feito de jacarandá

Se eu voltar não precisa riqueza só não
Quero tristeza nem dor quero a luz das estrelas
Em teus olhos em tuas mãos o perfume da flor.
Quebraste o jarro, mataste a roseira plantaste magoa
Em meu coração sujaste a água, roubaste
O meu sonho minha fonte de inspiração

Não quero mais vendaval, tempestade
Que arremessa e te arrasta do cais só o amor o perdão
Calmaria acalantus de sonho e de paz
Só o amor, o perdão, calmaria acalantus de sonho e de paz
Fiz pra você meu amor este acalanto caravela de sonho e de paz


Autor(es): Marcos Farias

Canciones más vistas de

Marcos Farias en Enero