A Espera I

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Que a espera devora o sofá
Que fica pequeno
E eu mais pequeno sentado aqui

Que tanta incerteza me bole a barriga
E o pé anda frio
Quero um desvio do centro de mim

Pra me encaixar numa conchinha
De descansar, feito uma praia do rio preto

Que a esperança tem lá seu veneno
Que é coisa aflita
Que agita a ovelha pastando no campo


Autor(es): Bernardo Do Espinhaço

Las canciones más vistas de