Troy Rossilho

A Festa

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Vou fazer uma festa, nada me resta.
Poeta não paga,
Mas também não caga poemas
Em cima de mim.

Vou fazer uma festa, nada me resta
Além desse coitado,
Que não dá intimidade nem pra cachorro
Com o olhar humanizado.

Vou fazer uma festa, nada me alegra
Mas vou indo rindo pra lugar nenhum;

E não me importa se nunca vi cristo sorrindo.

Vou fazer uma festa,
Alguém vai comer alguém,
Ninguém gosta de ninguém
Amém.

E não me importa se nunca vi cristo sorrindo.

Vou fazer uma festa,
Alguém vai comer alguém,
Ninguém gosta de ninguém
Amém.


Autor(es): Troy Rossilho