A Festa do Boto

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Um barulho, um festejo, o suor de uma mulher
Numa noite de desejo, no assobio que vier
Vem de léguas, de rebojos abissais
Vem nos sonhos das caboclas dos beirais
Vem como pororoca, vem como cobra grande
Vem pra te encantar

No mergulho sombrio as águas revelam
Um mundo estranho
Iaras chamam por ti

Dançam desnudas, ninfas, arraias
Tocam trombetas, homens, crustáceos e peixes

Vem sentir a voz rouca das águas
Vem dançar no balé dos cardumes
Guelras, barbatanas, escamas
A cabocla, o beijo, o amor, se entrega ao boto sedutor
No castelo serpente vai dançar

Escadarias boiúnas que guardam o palácio
Pilastras de conchas corais sustentam o reinado
Do mestre dos peixes o senhor dos seres aquáticos

Vem, tem festa de boto, tem o amante da noite
Mascarado de sombras vem te amar
No encanto do boto vem dançar


Autor(es): Adriano Aguiar / Geovane Bastos / Michael Trindade

Las canciones más vistas de