Meliantes

Águas Passadas

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Águas passadas (Lucas Amaral)
Meliantes

Se eu fosse lamentar por todo tempo que perdi
Iria lamentar até mesmo por existir agente erra tanto
E eu joguei tão sujo com quem amei

Mas como eu disse eu amei mas já não amo mais
Agora com outro alguém é que esta a minha paz
Alguém que tenha encanto
E eu vejo nu teu pranto o quanto eu mudei

Mas se eu mudei não foi um erro, foi o tempo então
Tu sabes que o destino nunca esteve em minhas mãos
E mesmo que estivesse, escolheria não jogar com você

Quero dizer algo que toque o coração
Fazer valer, tornar verdade a ilusão
Que com tempo se acabou, som restam as mágoas
Que a tristeza fez perder
Perder-se nas águas
Nas águas passadas

Só quero que entenda não há mais como voltar
Tive num precipício pronto para me atirar
Você me deu as costas, e tudo tão diante do meu nariz

Mas nem pensar eu não quero mais o teu perdão
Pode deixar eu que eu mesmo faço pelo meu coração
Que esteve tão quebrado e agora está recuperado da dor

Agora me sinto tão livre sei que posso voar
Para bem longe onde ninguém possa me encontrar
Eu sempre fui assim e sei que algo mudou dentro de mim

Quero dizer algo que toque o coração
Fazer valer, tornar verdade a ilusão
Que com tempo se acabou, som restam as mágoas
Que a tristeza fez perder
Perder-se nas águas
Nas águas passadas


Autor(es): Lucas Amaral