A História do Jovem Que Errou

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Havia um jovem na cidade que nasci
Não tinha nada, sem dinheiro, muito simples
A sua vida era provada, sem irmãos
Só tinha mãe que trabalhava pelo dinheiro do pão
Com cinco anos já chorava, pois o seu pai já não estava
Ele se foi sem avisar
Aos doze anos trabalhava o dinheiro já não dava
A sua mãe quis ajudar

E aos domingos ele ia congregar
A sua mãe crente levava ele para recitar
E ouvia os conselhos do cooperador
Não te iluda com este mundo ele vai te machucar
Em sua casa a mocidade sempre vinha com alegria
Eles vinham pra orar
Pelo menino que franzino, sem estudo, sem ensino
Para Deus abençoar

A prova em casa sem o pedaço de pão
Sua mãe chorava e clamava a Deus por uma solução
Ele achava que devia reagir
Eu vou sair, vou trabalhar, vou viajar, vou conseguir
Pegou um ônibus e veio pra cidade, veio para trabalhar
Veio pra morar
E a saudade de sua mãe, da igreja, mocidade
Não queira mais voltar

Não conseguiu, não voltou
Não tinha nem onde morar
E pela rua ele ficou
Não tinha mais como voltar
Foi então que ele conheceu alguém assim
Era um rapaz que bem vestido, tinha grana pra gastar
E perguntou pra a ele o que fazia ali
Ele lhe disse eu procuro alguém pra me abençoar
Não entendeu a armação do inimigo que tentava
Destruir o jovem irmão
Levantou e se foi com o estranho caminhou
Caindo nessa tentação

Chegando dentro do lugar ele viu
Outros rapazes com dinheiro, precisando de favor
Em sua prova ele não mais resistiu
E logo, logo ele entrou, já não tinha mais temor
E começou a ganhar muito dinheiro, e conquistar
A amizade do lugar
O tempo passa e agora diferente o irmãozinho
Era o chefe a comandar

Dinheiro fácil, uma moto ele comprou
Usava drogas, uma casa ele queria comprar
Pra sua mãe pra ela não mais trabalhar
Ele pensava sempre nela, ele queria buscar
Mas em sua terra ela orava, guarda Deus o meu filho
Ó Deus vem me ajudar
Não imaginava o que passava, ela somente chorava
Em dois anos á se passar

Um belo dia ela orou
Meu filho traz de volta ó Deus
Ouve agora o meu clamor
Traz na alegria ou na dor
Ó meu Deus, meu senhor
Vá buscar, o filho meu
Mesmo que rebelde for
Ouça a voz de uma mãe

Era um dia muito quente, muito sol
E o jovem irmão aproveitou para se refrescar
Desceu a rua quando alguém lhe abordou
Entra no carro vem agora, nunca mais tu voltará
Ele chorava e pedia para o homem não me mata
Pra minha mãe quero voltar
Eles zombavam do menino eu vou acabar contigo
Nunca mais tu voltaras

Ajoelhado ele ficou
A arma a ele se apontou
Fechou seus olhos e chorou
Senhor tu és o meu pastor
Ó meu Deus sei que errei
Venha me socorrer
Se eu viver voltarei
Ao meu Deus, servirei


Autor(es): Bruno Diedrichs

Canciones más vistas de

Bruno Diedrichs en Agosto