Alma Gauderia

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Trago em minha alma gaudéria um sentimento profundo
Por deixar minha querência para viver por este mundo.
Trago silencio da noite e o romper da madrugada
E o canto dos passarinhos anunciando a alvorada.

Trago os rumores dos rios e o tropel dos animais
E o grito dos quero-quero gritando nos banhadais
Trago o barulho da chuva no telhado dos galpões
E o sopro do minuano ecoando no rincão.

E quando chega a tardinha no meu viver desgarrado
Vou repontando lembrança no meu canto apaixonado
Permita patrão do céu que eu não morra por aqui
Pra que eu possa despedir-me do pago onde nasci.

Canciones más vistas de

Moraezinho en Enero