Din don

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Dim-dom, dim-dom.
Agora são às onze,
dim-dom, dim-dom,
logo são às doze.
Dum! Deu a uma,
dim-dom, as duas,
Azpeitia não tem
um relógio como este.


O meu tio procurador,
o meu pai prefeito,
as minhas irmãs professoras,
casa-te comigo.
Ai! Olha para mim, pobrezinha.
Responde:
Como os casais
com essa gente?

O meu avô relojoeiro,
a minha tia costureira,
o meu irmão missionário,
casa-te comigo.
Ai! Olha para mim, pobrezinha.
Responde:
Como os casais
com essa gente?

No centro de Gipuzkoa,
sob o Izarraitz,
bem entrado o vale de Urola,
na aldeia, pobrezinha,
e, responde:
Como os casais
com essa gente?


Autor(es): Cruz Alberdi