Albertine Desaparecida

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Ando embaixo deste braço
E, procuro um avião
Nesse ventre não tem mais espaço
Já secou e esvaiu na arrebentação.



Você é a canção que rabisquei na mesa da cozinha
Ah foi mais um dia sem tesão

Você sabe
Eu escrevi
Deixei na geladeira
Eu iria embora
Fosse noite, ou dia.


Mas, se na chuva eu voltar e encolher no teu abraço
Não, não pode fraquejar
Você sabe que comigo
É assim mesmo, nem adianta reclamar
Eu te viro, eu te remexo
Deixo teu corpitcho levitar.


Sei que estou valendo muito mais que uma pessoa
Outra, que você acobertou
Mas, quando debaixo da minha saia
Você vagueia ....
Depois não sabe mais voltar
Mas, para de preguiça
Ta na hora
Eu te espero lá no nosso refúgio
O Motel em frente ao mar.

Vamos deitar na areia
Deixar a fantasia nos levar
Deixa de vergonha
Isso é coisa de moleque
Você já tem idade para fumar.


Traz aquele vinho
Que ficou na geladeira
E vá se acostumando:
Eu gosto de mandar


Já que atravessamos juntos,
ou separados uma vida inteira
Temos mais de vinte anos para amar.

Quando você pega a viola e canta por besteira
Eu te juro
Eu tenho vontade de ficar.

Já que atravessamos juntos,
ou separados uma vida inteira
Temos mais de vinte anos para ver o mar

Canciones más vistas de