Alerta do Criador

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Campeando momentos felizes
Numa tarde fui ver o arrebol
Vermelhão que forma no poente
E os raios compridos do sol
Maravilhas que Deus construiu
Entre tantas, a flor girassol
No instante uma nuvem formava
Com o vento forte que soprava
Parecendo um rochedo, girava
No formato de um caracol

De repente a nuvem se abriu
E um clarão ofuscou meu olhar
Meio tonto de olhos fechados
Uma voz começou a falar
Tudo isso que tu admiras
Que estás aí a contemplar
Matas verdes e a passarada
Pôr do sol e a lua prateada
Dei de graça, não lhes cobrei nada
Não estão sabendo aproveitar

Os meus rios de águas cristalinas
Muitos deles não têm mais pureza
São entulhos, esgotos, detritos
Vão poluindo sua correnteza
Os meus seres viventes das águas
Sufocados morrem sem defesa
É a vida que vai acabando
Pouco a pouco e ninguém está notando
Abra os olhos, estou alertando
Pra no fim não ser uma tristeza

Do espaço vem a represália
Em castigo à destruição
Tempestade, sol forte e queimando
Outras áreas têm inundação
Lençol d’água vai só abaixando
Vejo isso com preocupação
Ser humano vai perdendo a linha
E um novo tempo avizinha
Poucos guardam as palavras minhas
Estendendo às novas gerações

No meu livro sagrado ensinei
A doutrina e obediência
Como andar pelo caminho certo
Conhecer e praticar a prudência
Porém poucos sabem se mim
Me seguir é fazer penitência
Do meu nome tem gente que zomba
E se rocha que move está bamba~
É por isso que a sorte descamba
Tudo é fruto da desobediência


Autor(es): Avaré / Jair Seabra

Canciones más vistas de