Pânico

A Linha Tem Cerol

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Adão não me toque
No bote desencontro
Entorou besouro em mim
Não sem bisturi !

Apelei aos macacos
Ana foi te dando tudo
Nada de moto eu sei,
Namorei ex-dublês

A linha tem cerol !
Tia Lucia estende isso mal
E sai o victor a rir
Beth, me destemi

E a rosinha arde
Brinquei na bilonga dele
Enfim curei meu senso
Riu da minha ofensa

Riu da minha onda
Brinquei na bistronga dele
Vai lava seu coo
Melei num balde de rum

Bigodes me vão legais
Demais ! esconde o ás
E o samba enrica o rio
Lucia estava a rir

A linha tem cerol !
Da lucia resta o pó
E cinco eles têm
Eu acho lá e comprei

Então me... intoxiquei
Lá caiu um estrupício
Doze filhos zen
Ou Chico ou Ney

O samba é de pensar
É tu mas não o missíl
Bota a cana eu sei
Cruzes, mas me roubei

Dedão doeu? Diz ai !!!
Relaxa comigo popeye
Espetei besouro inchou
Ou listei a lona

O gay mijou n´alguém
E lavou só na frente
A bica é menos mal
A linha tem cerol !

Adão não me toque !
Ele é meio sem fio eu sei
Ana, Ana estende
E come teu shake na rede

Ai, o apollo atrás
Bife, bacon e filé !
Sim, eu me sou tenso
Nosso contra-dança

Bate o sino ! ! !

Sou galinha...
Tem cerol...
É da Lucia...
Resta o pal

A fronha é dela...
Começar
Prende a Minnie
No samba brilhe...

Tem cerol...