Rubinho do Vale

Amanhecer

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O sol chegou nem licença pediu
Me acordou com um tapa de luz
Porta não há que me possa abrigar
Tô no tempo, o tempo é meu lar
Hora de levantar, hora de se lavar
Hora de despertar para o dia
Hora de alimentar para poder brincar
Nós temos que enfrentar mais um dia


Autor(es): Fernando Brant / Gilvan De Oliveira

Canciones más vistas de

Rubinho do Vale en Agosto