Amor, Amor, Negócio à Parte

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Você reclama que está sofrendo
Que ninguém ouve os seus lamentos
Mas se esquece que no passado
Voce não viu meu sofrimento
Quem planta espinhos não colhe flores
Essa é a dura realidade
De nossos atos Deus é o juiz
Quem outras vidas fez infeliz
Não pode ter felicidade

Nunca se esqueça
Saber amar é uma arte
Diz o ditado com muito acerto.:
Amor, amor, negócio à parte

Em sua vida desenfreada
Eu fui apenas um bom negócio
E inocente eu não sabia
Que no amor eu tinha um sócio
Você pensou só no conforto
Que a meu lado você teria
Mas se esqueceu que a traição
Tem um limite de duração
E a sua farsa terminaria

Las canciones más vistas de

José Fortuna en Julio