Tonho Matéria

Amor de Iemanjá

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

O céu e a terra
Unidos com a pureza entregam-se à natureza
Pra aflorar paixão
Iemanjá surge do ventre das águas
Ganha o amor de uma rocha
Pra selar a união

Nasce o ar
Com amor incestuoso pela mãe
Sem conter o seu desejo lhe rouba um beijo
E a mãe pra fugir da tentação
Sobe aos céus de Oxalá
Pra pedir proteção

Ah!
A natureza está em fúria
Orungãta na fissura
Rompe os seios Iemanjá
E o oceano se formou

Ah!
Orungã se entrega ao mar da paixão
Foi então que o céu rompendo trovão
Proibiu esse amor

Oloxum, Inaê, Janaina
Rainha do mar mãe da vida

Abebé
Odóyá


Autor(es): Tonho Matéria

Canciones más vistas de

Tonho Matéria en Septiembre