Alma de blues

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Preciso programar meu coração
Pra ser desapegado como tu
Quem sabe se eu fizer uma canção
A vida novamente fique azul
Cansei da cantilena sempre igual
Das queixas, culpas, mil explicações
Eu sempre me liberto, bem ou mal
Gastando o sofrimento nas canções
O tema como sempre o nosso amor
Agora está ficando tão antigo
Que as vezes me pergunto se acabou
Nunca tive nada a ver contigo
Não gosto de mergulhos no passado
Lembrar não ressucita o sentimento
O encanto que emoldura o ser amado
Se esvai quando se vai o seu momento
Bom mesmo é ser feliz
Amar de novo
Quem fica vira estátua no caminho
"Rei morto" rima sempre com "Rei posto"
O duro é não rimar e ser sozinho
Mas chega de fazer filosofia
O céu mais uma vez se fez azul
Enquanto espero a hora da alegria
Eu canto sem tristeza um doce blues


Autor(es): Fernando de Oliveira / Rosa Passos

Canciones más vistas de

Rosa Passos en Febrero