2 Polos

A Máquina

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp


É imoral, irracional!
Como pode uma criança viver como um animal?
Vossa excelência, preste atenção
Que isso aqui é consequência da sua corrupção
Ontem vi um garoto jogando bola
Só que quando me toquei, tinha outro cheirando cola!
Lembrei então que isso acontece todo dia
Do centro à periferia, é difícil de encarar
É tudo culpa de um monte de ladrão
Alguns com boa intenção, até o dia de se transformar

Não é você que dorme com fome no chão!
Alheio a tudo porque tem o poder na mão
Nunca sentiu na pele a dor de um irmão
Pense, você tá aí na boa enquanto o povo não
Também parece não ter dó nem compaixão
E a impunidade é cada vez maior!

Juro que não sei como é que você faz
Deitar e dormir a noite com a cabeça em paz

A máquina nunca vai parar
Se muitos não podem enxergar
Dopados de circo e de pão
Gritam: viva ao rei!
Que ri junto ao povo sonhador
Que dias depois encontra a dor
Percebe que a impunidade vai levar
Talvez a sua vida


Autor(es): Eduardo Elali