A Mesma Moeda

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

A mesma moeda

Parecia simples, rude, trivial
Tudo estava escrito, bem ou mal
Mas a natureza é pura instabilidade e não há verdade que dure pra sempre
Ainda tem muito do bicho no homem
A casualidade de um instante pode revelar um gênio, quem sabe um assassino
Escolha ou circunstância, acaso ou destino
E é estranho pensar que as coisas mais sublimes ou grotescas vêm do mesmo lugar

As flores e as bombas são de átomos
Os vermes e os planetas são de átomos
As pessoas são átomos, átomos, átomos, átomos ...

O que se parece não quer dizer igual
Nem de todo bem nem de todo mal
São lados da mesma moeda

A mesma moeda sou eu, a mesma moeda é o mundo
Temos nosso valor, também temos preço
Cara ou coroa, sorte ou azar
Heróis e mercenários marchando lado a lado prontos pra lutar por motivos distintos
Prazer e dor, ódio e amor
Variáveis da mesma equação, eis o "x" da questão
Duplicidade em cena

Vítima e vilão
Ética, interpretação
Todo dia se faz de luz e escuridão

O que se parece não quer dizer igual
Nem de todo bem nem de todo mal
São lados da mesma moeda


Autor(es): Henrique Pappatela