Antiga

Imprimir canciónEnviar corrección de la canciónEnviar canción nuevafacebooktwitterwhatsapp

Sou tão antiga e digo
Iansã me iludiu, sou menina
Minha espada de Ogum
Tá na mão de meu pai

Sou tão antiga
Pernas compridas, passos curtos
Leque de perguntas
Que nem resposta satisfaz

Mão aprendendo a largar
Vôo que escapa Ícaro
Só creio no pôr do sol
Todos os deuses me batem à porta

Sou tão antiga, dois gumes
Hálito e palavra
Bem e mal, tudo é chão
Da areia brota o cristal
Ah Iabá, da areia brota o cristal

E ainda não cumpro promessas
Durmo, esqueço o que vi
Cismo em beber das taças
Que o destino quebrou
Sou antiga e digo
No abraço que ainda aprende o gesto
No alento da música, grito a grito
Gota a gota, litro a litro

Rio que me leva
Rio que me leva, Nilo


Autor(es): Danilo Lemos / Luhli